quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A base da devoção Mariana

Por João Marcos Borba*

A devoção a Nossa Senhora remonta dos primeiros séculos do cristianismo. A prova mais comum são as orações que invocam a Virgem Santíssima nesses primeiros séculos. A Virgem Santíssima é invocada como Refúgio dos Cristãos, pois ela é nosso refugio e foi principalmente no tempo das primeiras perseguições. Tendo como prova um papiro escrito em grego datado do século III que contém a oração "Sub tuum Praesidium" na qual o povo pede a Maria proteção e fortaleza na hora da dificuldade, assim tendo a certeza de que Nossa Senhora é um porto seguro sendo nossa mãe em uma maternidade mística na qual somos todos seus filhos. 

A verdadeira devoção a Nossa Senhora sempre deriva da participação na vida da Igreja e, consequentemente, na participação nos sagrados mistérios dos sacramentos e da vida comunitária. Nunca existe uma verdadeira devoção a Nossa Senhora enquanto existe um afastamento da vida sacramental, pois na mesa do Cordeiro, a qual somos todos chamados, Maria é a primeira cristã e ai ela mostra a força de sua intercessão junto a seu filho Jesus.

A igreja expressa sua devoção a Virgem Maria proclamando dogmas de fé que reconhecem a santidade e a eleição de Maria como a perfeita imagem do apostolado de Jesus, esses dogmas são:

  • Maria Mãe de Deus, onde se une ao dogma da Trindade. Essa união se dá pois Maria é legitma mãe de Jesus e sendo Ele a segunda pessoa da Trindade Santa ela consequentemente é Mãe de Deus (Theotokos). 
  • Virgindade Perpétua de Maria sendo ela Virgem antes, durante e depois do parto de Nosso Senhor Jesus Cristo. 
  • Assunção de Maria ao céu em corpo e alma, pois ela eleita entre os mortais para ser mãe de Deus e estando em sofrimento de amor infinito pela ausência de seu Divino filho é elevada por Deus as alturas do Céu para lá estar junto a seu filho Jesus. 
  • Imaculada Concepção de Maria que nos explica que a Virgem Santíssima foi consebida do ventre de Ana sem a mancha do pecado original, pois foi eleita para ser a mãe do Salvador, do verbo encarnado, o próprio Deus feito homem.

Sobre os dogmas da Mãe de Deus e da Virgindade Perpétua eu afirmo com base em Santo Inácio de Antioquia: "Maria tendo natureza humana foi agraciada por Deus tendo dois encantos da vida mais bela, sendo eles a graça de ser mãe do Salvador e mesmo o sendo, continuar virgem e pura. Desde o século II fala-se a respeito da dupla graça de ser mãe e virgem, Inácio de Antioquia, padre da Igreja, escreve que Maria mãe e virgem é uma garantia de salvação em Cristo, que nela encarnado não teve sua transcendência abalada. É pela preocupação de homens como Inácio de Antioquia, de irem em buscar de estudar e escrever sobre os Mistérios de Deus no plano da salvação, que hoje temos a graça de ter grandes escritos sobre determinados assuntos e um deles é esta questão de Maria que é mãe e Virgem e que era assim reconhecida pelos grandes padres da Igreja desde o século II."

Maria também tem papel fundamental no plano da Salvação o que nos é assegurado na Sagrada Escritura, desde o antigo testamento existe prenúncios da Mãe de Deus, isto é visto na afirmação: "No Sinai Moisés foi mediador entre Deus e Israel (Ex 19,3-8), já na Anunciação o Anjo é o mediador (Lc 1,26) da Confirmação que dará a Maria o Jesus herdeiros das promessas dadas a David: "Reinará sobre a Casa de Jacó para sempre" (2Sm 7). Eis que está Casa de Jacó é a Igreja sua Esposa. Maria é a encarnação do antigo Israel que chegou a plenitude dos tempos."

Neste breve artigo é dado a base da devoção a Virgem Maria pela via Católica Apostólica que em resumo é: Imitação de Maria na vida da Igreja e na participação dos Sacramentos; Dogmas e Compreenção de Maria na Sagrada Escritura.
_______________________________________________________



* João Marcos Borba, 19 anos de idade, Postulante na Ordem de Santo Agostinho (Província Agostiniana do Brasil), residindo no Seminário Santo Agostinho (Curitiba/PR). Está cursando o primeiro ano do Bacharelado em Filosofia na Faculdade Vicentina-FAVI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado suas opniões são muito importantes para nós!