terça-feira, 17 de novembro de 2015

Derrubado o muro da Porta Santa da Arquibasílica Lateranense

O golpe certeiro de marreta e formão ecoou dentro das paredes da Basílica de São João de Latrão.
FONTE: Avennire  |  Tradução: Apostolus Christi

A Porta Santa da Catedral de Roma começou a ser liberada a partir da derrubada da parede de tijolos que desde 2000 tem mantido-a selada pela parte de dentro. Depois da oração do cardeal Agostino Vallini, Vigário-Geral para a Diocese de Roma e Arcipreste da Basílica Lateranense, os trabalhadores dos serviços técnicos do Governatorato da Cidade do Vaticano quebram o muro construído no final do Ano Santo de 2000.

Participaram da cerimônia juntamente com o cardeal Vallini, o Capítulo de de cônegos do Latrão, o mestre das Celebrações Litúrgicas do Papa, Monsenhor Guido Marini, e o Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, que organiza o Jubileu da Misericórdia, Dom Rino Fisichella.

Também estiveram presentes dezenas de fiéis e vários turistas, que estavam passando em visita a basílica, e que por acaso depararam-se com um evento histórico. 

A Porta Santa de São João do Latrão, na verdade, é a primeira a ter seu muro retirado em vista do Jubileu de Misericórdia. Depois serão os muros de São Pedro, Santa Maria Maior e São Paulo fora dos Muros. 

Uma vez retirada a placa com o grande cruz, que fica na parte central da parede, os trabalhadores passaram a recuperar a cápsula de zinco, dentro do qual, em 2000, foi preservada a ata de certificação do encerramento da porta. 

Além dela, a caixa de zinco também continha a chave da Porta Santa e 41 medalhas com o emblema do Papa João Paulo II: uma de ouro cunhada em 2000; 23 de prata, como os anos do pontificado de João Paulo II no momento do último jubileu; e 17 de bronze, uma para cada ano desde 1983, Jubileu da Redenção, ao do ano 2000.A porta foi completamente liberada. Uma vez que o ritual será repetido em outras basílicas romanas, todo o material contido nas caixas de depósito de zinco serão entregues ao Papa Francisco. O Papa vai abrir a Porta Santa de São João de Latrão no dia 13 de dezembro, 592 anos após o seu predecessor, o Papa Martinho V, que pela primeira vez na história do Jubileu, em 1423, abriu a Porta Santa da Catedral de Roma. 

Na Basílica Vaticana, no entanto, a abertura da Porta Santa é atestada pela primeira vez no Natal de 1499. Naquela ocasião, o Papa Alexandre VI queria de fato que a porta fosse aberta não só em São João de Latrão, mas também nas outras basílicas de Roma: São Pedro, Santa Maria Maior e São Paulo fora dos Muros.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado suas opniões são muito importantes para nós!