sexta-feira, 20 de março de 2015

O Cardeal O'Brien devolve o seu barrete ao Papa Francisco

Dois anos após ter decidido renunciar ao seu cargo de Arcebispo de Santo André e Edimburgo (Escócia), Dom Keith Cardeal O'Brien (foto), de 77 anos, renunciou aos seus direitos cardinalícios, o que foi aceito pelo Papa Francisco e publicado hoje à imprensa.

Em 1985 foi eleito Arcebispo de sua arquidiocese natal e sagrado Bispo no mesmo ano. Em 2003 foi criado cardeal-presbítero por São João Paulo II. Às vésperas de seu segundo conclave, foi acusado por 3 sacerdotes de comportamentos inapropriados quando foi reitor do seminário. Em meio aos comentários, ele decidiu não tomar parte no conclave de 2013, saiu da Escócia, entregue a um tempo de oração e penitência requerido pela Santa Sé. Agora, após uma reflexão, ele decidiu, para o maior bem da Igreja, renunciar também ao seu título de Cardeal.

O Colégio Cardinalício conta atualmente com 225 membros, dos quais 123 são eleitores num possível conclave. Também é agora vacante o título presbiteral dos Santos Joaquim e Ana no Tusculano, em Roma.

Com informações do boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado suas opniões são muito importantes para nós!